sábado, 4 de dezembro de 2010

30 Luas do TEAR



O Instituto de Arte Tear, no sábado 4 de dezembro de 2010, comemorou suas 30 luas com uma grande festa nos jardins do Museu da República. Muitas apresentações, atividades e um bom público presente. Por todo o lugar espalharam-se oficinas artísticas abertas das mais variadas linguagens, como é bem a cara do Tear.

O Grupo Teçaya esteve presente, prestigiando esta instituição que é uma grande referência de arte-educação no Brasil, realizando uma oficina de acrobacia e malabares, onde cada um confeccionava suas próprias bolas.

domingo, 21 de novembro de 2010

Feira da Biodiversidade

A Equipe Teçaya foi no domingo, 21 de novembro, até a Escola Adventista de Botafogo. A abertura da Feira Cultural foi feita por nossos arte-educadores, construindo o zoológico humano para explicar o que é e por que deve ser respeitada a biodiverdidade. Depois, durante todo o evento, fizemos oficinas de reciclagem, teatro ambiental e dinâmicas. Os adultos participaram de várias atividades e as crianças não paravam de pedir mais jogos e brincadeiras.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

A Estrela que desceu do céu

Dia 10 de setembro estaremos realizando, na Escola Be happy, a apresentação de um espetáculo especialmente montado para eles.


É a história de uma estrela que desce do céu para descobrir porque o céu parece contar com cada vez menos de suas irmãs e, depois de se disfarçar de vários bichos, descobre que este fato está correlacionado com o desaparecimento dos bichos e plantas na Terra. O que ela fará é o que a história vai contar.
A peça é acompanhada por músicas e efeitos sonoros e utiliza atores e bonecos de material reciclado.

Após a apresentação será realizada uma oficina com várias atividades relacionadas ao Espetáculo.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Alegria e Cia - Primeiro Semestre



O trabalho realizado na Escola Alegria e Cia foi a "Oficina Teçaya Dança e Movimento". Um trabalho de educação ambiental com ênfase em dança, expressão corporal e movimento. Esta oficina foi realizada semanalmente durante todo o primeiro semestre de 2010.

O trabalho terminou com uma avaliação bem positiva de nossa parte. As crianças dançaram, cantaram, pintaram, colaram, plantaram, imitaram bichos, plantas, vento, fogo e fizeram muitas outras atividades para entender melhor sobre o que é meio ambiente e a importância de cuidá-lo e respeitá-lo.

Uma das coisas mais importantes que as crianças aprenderam foi que gente também é bicho: o bicho-gente. A partir desta idéia, o preconceito com os outros seres diminui muito e fica mais fácil fazê-los compreender que devem respeitá-los, apesar de alguns serem tão diferentes.

Trabalhamos conceitos como cadeia alimentar, diversidade, interdependência, fauna e flora de ambientes naturais, elementos abióticos. Em geral, a compreensão, até mesmo do que poderia ser mais complicado, foi muito boa. A simplicidade com que as crianças entendem o que está à sua volta também é passível de nos ensinar muito, indicando caminhos e reconstruindo práticas.

Outro aspecto bem positivo foi que as próprias crianças começaram a fazer suas próprias associações, relacionando causas e efeitos: ações - poluição, aquecimento - temporal, falta de cuidado - falta de qualidade de vida, etc. Enfim, o processo se deu como deveria ser toda experiência pedagógica: uma troca e não uma imposição conceitual.

Nosso foco para o segundo semestre que se inicia ampliou bastante. Estamos preparando vários mecanismos para trazer os pais mais para perto do trabalho e dos conceitos que suas crianças estão desenvolvendo. Estaremos buscando, também, envolver mais ainda a escola como um todo no compromisso de transmitir a mensagem.